economia colaborativa

Economia colaborativa: economize através do compartilhamento

A economia colaborativa vem, aos poucos, marcando presença na vida de muitas pessoas que desejam economizar em inúmeras atividades do seu dia. Ao que tudo indica esse método financeiro realmente veio para ficar.

Se você ainda não sabe o que é economia colaborativa e como usá-la para poupar uma grana no seu cotidiano, então recomendo que leia esse post na íntegra. Descubra como esse método pode ajudá-lo (e muito) a fazer tudo o que precisa durante o dia a dia gastando bem menos do que imagina.

Preparado para entender mais sobre economia colaborativa e economizar um dinheiro para aumentar a sua poupança?

Então vamos lá!

Como poupar dinheiro através da economia colaborativa

O que vou compartilhar com você agora são algumas formas muito eficientes de ingressar na economia colaborativa para garantir inúmeros benefícios, principalmente financeiros, para a sua vida. Confira a seguir!

  • Transporte

Com o preço exorbitante da gasolina, está cada vez mais difícil manter o uso de um veículo no dia a dia, seja o carro próprio, ou mesmo o transporte coletivo, que também vem apresentando um preço elevado de passagem como reflexo do aumento no preço dos combustíveis.

Diante disso, o que muita gente se pergunta é: O que fazer nessa situação?

Bom, analisando esta situação, algumas empresas acabaram criando modelos de compartilhamento de veículos para que o custo para uso de um carro, por exemplo, seja dividido por várias pessoas, fazendo assim com que o preço para manter um transporte não pese muito no bolso.

Com essa forma de compartilhamento, você é o dono do veículo, mas somente o utiliza quando tem necessidade.

De certo modo, esse método é financeiramente vantajoso, pois você só vai pagar pelo uso do carro. As manutenções, depreciações e demais encargos ficará sob sua responsabilidade e de várias outras pessoas.

Além desta saída para economizar no transporte, também existem aplicativos de carona, onde a pessoa solicita o serviço de transporte para se locomover e paga uma taxa bem acessível.

  • Dinheiro emprestado

Outro setor onde você também pode se beneficiar através da economia colaborativa é o de empréstimos.

Como você mesmo deve saber, as taxas de juros no Brasil são altíssimas. Para garantir aquele empréstimo que tanto precisa, pagando bem menos taxas, a única opção são os empréstimos Peer-to-Peer.

Esse tipo de empréstimo funciona da seguinte maneira: as pessoas que possuem dinheiro guardado, emprestam para as pessoas, físicas ou jurídicas, que estão necessitando de um dinheiro a mais para quitar dívidas, ou para qualquer outra finalidade.

Esta com certeza é uma forma para você obter aquele dinheiro a mais que precisa. E, claro, sem ter que pagar juros altíssimos em empréstimos bancários. Contudo, você deve ter cuidado onde adquire esses empréstimos, para não ter problemas ainda maiores. Procure por cooperativas e agenciadores autorizados/oficiais.

  • Objetos de uso limitado

Na era do compartilhamento, é praticamente impossível não aproveitar as infinitas possibilidades de economia. Prova disso é esta maneira incrível de gerar um dinheiro extra para suas finanças.

Se você tem algum objeto que já não usa mais, é possível alugá-los para quem está necessitando deles no momento. Artigos como furadeira, brinquedos de crianças, itens de carro ou material esportivo, por exemplo, são excelentes para este fim.

Caso eles estejam em pleno funcionamento, esta pode ser uma excelente forma para você conseguir aquela graninha extra para complementar a sua renda.

Mas como tornar isso possível?

Muito simples! Hoje em dia existem plataformas (aplicativos) que lhe proporcionam a oportunidade de se conectar com outras pessoas e startups para oferecer esse tipo de serviço.

Basta pesquisar na internet que você encontrará plataformas como a Joaninha, que promove a locação de brinquedos de crianças, ou então a Alooga, que presta esse mesmo serviço, só que voltado para materiais esportivos, dentre outros.

Portanto se você deseja economizar em suas atividades do dia a dia, não fique de fora! Comece a fazer da economia colaborativa, um verdadeiro hábito de vida.

Se você já usa esta alternativa para conseguir uma renda extra, deixe nos comentários a sua experiência. Compartilhe esse post com seus amigos para ajudá-los a sair das dívidas.